Final da Copa do Nordeste: Ceará baterá recorde de público do Brasil no Castelão

Unknown
0
Com todos os ingressos vendidos para sua torcida, Ceará baterá recorde de público do Brasil no Castelão

O último jogo da Copa do Nordeste, entre Ceará e Bahia, amanhã, às 22 horas, terá uma plateia digna da importância do certame para a região e da paixão de suas torcidas. E com o Castelão como palco, a torcida do Ceará protagonizará o maior público do país em 2015, com mais de 60 mil pagantes.

Com a carga total de ingressos em 63.393, a diretoria do Ceará confirmou que restam ingressos apenas para a torcida visitante, - 900 dos 1.600 disponíveis para a torcida do Bahia - e portanto, garante o maior público do ano até então, batendo o duelo do último domingo, entre Atlético/MG e Caldense, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, que foi de 53.772 pagantes. O recorde anterior era do clássico Flamengo e Vasco, pela 1ª Fase do Campeonato Carioca, com 51.085 pagantes.

A informação oficial sobre o número de ingressos vendidos não foi confirmada pela diretoria do Vovô, já que uma parte da carga, cerca de 6 mil ingressos, está reservada para os sócios torcedores.

O público no Castelão da edição deste ano, bate a finalíssima do ano passado, quando o Ceará também lotou o Castelão contra o Sport, e ficou com o vice-campeonato, quando o público pagante foi de 60.068.

O certo é que apoio não vai faltar ao Ceará, que precisa apenas de um empate para sagrar-se campeão da Copa do Nordeste, após a vitória de 1 a 0 no jogo de ida, na Fonte Nova, em Salvador, na última quarta-feira.

"Com o Castelão cheio como estará, se cria uma atmosfera muito legal em torno jogo, em que todo mundo sonha sempre em fazer uma final de campeonato com um público desse. E agora cabe a nós, dentro de campo, também motivar o torcedor, que estará lá para nós incentivar", analisou o gerente de futebol Diego Cerri.

Desde a classificação para a final do torneio que a torcida do Ceará tem apresentado grande expectativa pelo jogo final de amanhã, com demonstrações de apoio no embarque do time para Salvador, no retorno do primeiro jogo e lotando os pontos de vendas de ingressos distribuídos por toda cidade.

Para Diego Cerri, todas essas demonstrações de apoio terão como ponto máximo a partida no Castelão, que ele espera que seja com um final feliz, com a conquista do título, já que em 2013 e 2014, o torcedor saiu do estádio frustrado com uma eliminação para o ASA na semifinal, e a perda da taça para o Sport, após empate por 1 a 1.

"Em 2013 já poderíamos ter conseguido o título e paramos na semifinal, no ano passado, quando chegamos na final. E agora chegamos de novo e temos que conquistar. A torcida participou de todo este processo, desde o primeiro ano, com todo nosso trabalho e agora espera uma conquista".

O meia Wescley resumiu o que significará jogar para mais de 60 mil alvinegros amanhã. "É um sonho de criança jogar uma final com estádio lotado. A torcida do Ceará é especial e queremos dar o título pra ela".

Embaixada baiana em Fortaleza

Morar a mais de 1000 km de distância do estado do seu clube de coração seria um empecilho para a maioria dos torcedores. Não é o caso de um grupo de baianos, fanáticos pelo Bahia, que moram em Fortaleza.

Desde 2010, os amigos, capitaneados por uma ação de marketing do time tricolor, fundaram uma embaixada no Ceará. Nomeada de Baião de Dois, em homenagem a iguaria local, o grupo já vai para a 4ª presidência. O atual mandatário, Orlando Gomes, 31, define a embaixada como uma reunião de amigos, residentes em Fortaleza ou não, torcedores do Bahia, que juntam seu amor pelo Esquadrão para vencer a saudade da boa terra.

Orlando frisa que a embaixada não se trata de uma torcida organizada, ele explica que o discurso é de paz, sempre priorizando a amizade.

Como toda embaixada no mundo, a Baião de Dois também tem sede. O bar Oficina, aberto há 3 meses, foi o local escolhido. Seu sócio proprietário, Leonardo Meira, 40, explica como tudo aconteceu.

" Vim para Fortaleza há dois anos e meio, quando mudei de emprego. Mesmo com a distância, o amor pelo Bahia não diminuiu. Conhecendo vários torcedores do Bahia, resolvi investir em um local para nos reunirmos. O Bruno - o outro sócio - comprou a ideia e assim o Oficina foi criado. Hoje somos uma família baiana em Fortaleza'', diz o baiano que já adotou o Ceará como sua terra.

Na semifinal contra o time do Sport, cerca de 200 baianos compareceram ao bar, a casa do Bahia em Fortaleza.

Decisão

Para a partida de volta da final do Nordestão, que acontece amanhã, no Castelão, Leonardo já possui um esquema para o famoso ''esquenta''. '' A concentração para o jogo começa às 12h, com muita comida baiana. Às 17h, uma banda de axé vai animar todo mundo. Perto das 20h, a caravana sai para o Castelão.''

A Baião de Dois espera contar com cerca de 600 baianos para a ida pro Castelão. Claro, todos concentrados no Oficina. Lembrando que o Bahia precisa vencer a partida para conquistar o título, se repetir o placar de 1 a 0, a disputa vai para os pênaltis.

Após susto, Ricardinho liberado para os treinos

Após sentir fortes dores abdominais na noite do último domingo, o meia Ricardinho precisou realizar exames no Ceará para detectar a gravidade do problema. E após uma série de suposições sobre a situação do jogador, o departamento médico do clube se pronunciou ontem à tarde.

O médico do clube, Henrique Bastos, esclareceu que Ricardinho teve um espasmo na musculatura abdominal após o jogo com o Fortaleza, no domingo, mas não preocupa para a final de amanhã pela Copa do Nordeste, contra o Bahia.

"O Ricardinho teve um espasmo da musculatura, uma contratura da musculatura abdominal, por ser um jogador muito requisitado em campo, a musculatura fadigou, cansou. Ele foi avaliado e nada de grave foi detectado. Todos os exames foram realizados para descartar um problema maior. Ele está liberado para treinar amanhã (hoje) e jogar na quarta-feira", disse Bastos.

Lulinha

O Ceará entrou em acordo com o meia-atacante Lulinha e rescindiu o contrato com o jogador, que iria até o fim do ano. O atleta, que estava emprestado do RB Brasil para a disputa do Campeonato Paulista, interessa ao Botafogo/RJ para a Série B.

Saiba mais

Decisão

O maior público da Copa do Nordeste até então é da primeira final entre Bahia e Ceará, na Fonte Nova, com 40.805 pagantes

Estadual

O Ceará inicia hoje ao meio dia a venda de ingressos para o 2º jogo da final do Estadual no domingo: R$ 30 (superior), R$ 40 (inferior): R$ 50 (especial) e R$ 100 (premium)

Vladimir Marques
Repórter
Diário do Nordeste
Tags

Postar um comentário

0Comentários

Please Select Embedded Mode To show the Comment System.*

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Check Now
Accept !